Porque decidi sair do Facebook: a rede do ódio

Já faz um tempo que penso em deletar o meu perfil do Facebook e esse momento finalmente chegou. Primeiro porque será uma boa oportunidade para estudar (já fiz isso antes e foi muito bom). Segundo que tem gente aqui que lê os meus textos, e me julga pelas costas. Então por que leu, animal? rs Quero ter certeza que estou escrevendo pra quem está interessado em ler de coração aberto e debater comigo pra aprendermos coisas juntos (aprendo muito quando escrevo besteiras). E em terceiro lugar, e sim o mais importante: a empresa perdeu o controle e o meu respeito.

Fui um grande fã durante muito tempo. Só que desconfio da equipe de brasileiros que revisam e deletam os conteúdos reportados daqui (na sua maioria, pessoas privilegiadas que não representam / não possuem empatia com o restante da população brasileira), até que me provem o contrário, mostrando o perfil e currículo desses times que trabalham com revisão e moderação de conteúdos, perfis e páginas. Se isso não mudar, acho quase impossível que o Machine Learning deles resolva este problema de uma forma automática sem a necessidade da revisão humana.

Cansei de ver gente compartilhando e adotando um vocabulário limitado (link abaixo) de palavras contra grupos específicos, fazendo parte de um debate raso na internet, como se tivesse combatendo o crime. São perfis claramente falsos, conectados a outros perfis falsos, sem foto de rosto, com entrada em 2014, 2015, compartilhando imagens com textos sensacionalistas, fotos editadas e vídeos mudando o contexto de tudo, sites sem autores, corpo editorial, fontes e referências (link abaixo).

Conteúdos que alcançam milhões de pessoas em poucos minutos, gente que não sabe ler e analfabetos funcionais que caem nessas armadilhas. Mentiras que são aceitas pela conveniência de confirmar as suas verdades provisórias. Continuam dividindo a população em todos os extremos, ao ponto levarem o preconceito e a indiferença para fora da mídia social e metralhar a vida de alguém – seja a reputação de uma pessoa ou a própria existéncia dela nessa terra.

Políticos específicos não podem ser criticados aqui, senão o seu post é rastreado, deletado e ainda corre o risco de receber um processo criminal por calúnia e difamação. Páginas de excelente qualidade e renome no mundo acadêmico, arte e pesquisa, perderam alcance drasticamente se comparadas a páginas com discurso fascista.

O mercado se afasta cada vez mais da academia, com o discurso falso sobre “empreendedorismo”, e isso preocupa muita gente quando se fala em responsabilidade sócio-ambiental. Um dos valores da empresa não era “Bulding Global Communities”? Parece que conseguiram: uma comunidade global do ódio. Toda essa narrativa é quase que imperceptível para quem não reconhece táticas de comunicação em massa, e muito bem elaboradas, por sinal.

Vendem uma crise financeira irreal, enquanto bancos lucram (?), bilionários ficam mais cada vez mais ricos e o governo tira o pouco de uma população sofrida. Esse discurso todo não representa o povo que conheci nos 4 cantos do Brasil. Páginas que compartilham mentiras e usam o marketing de guerrilha, estão aí, firme e forte, alcançando milhões de pessoas. Perfis falsos / trolls que seguem comentando em tudo quanto é lugar, pra ganhar visbilidade – são reportados todos os dias e nunca são deletados. Um exército de fakes, inteligentes e que recebem muito dinheiro, pra pra espalhar mentiras. Eles estão vencendo, com a conivência de uma equipe de “revisão” que parece, a meu ver, ter um viés político bem forte dentro do Facebook – e isso é muito preocupante.

Em 3 anos, “perdi” amigos, parentes e colegas de trabalho que compraram esse discurso “anti-corrupção”, equanto os grandes bandidos assaltam o povo na cara larga sem revolta popular, todos os dias, e continuam no poder. Toda personalidade que se posicionar contra eles, será criminalizada. Não sei vocês, mas pra mim já chegou no nível do absurdo, do intolerável, não dá mais pra digerir e compactuar com algo que está falho e que já sabemos como resolver – mas não querem.

 

Quem sabe um dia eles encontrem resolvam fazer uma mudança, como por exemplo: criar uma equipe mais diversa? Gente que realmente represente a todos, e não apenas a uma casta privilegiada da sociedade brasileira definindo o que fica e o que sai da nossa timeline. Talvez eu volte depois das eleições, se um milagre acontecer.

 

Deixo abaixo os sites de baixa qualidade (não confiáveis) que trabalham em cima dessa narrativa, compartilhados por páginas como o MBL, Movimento Contra Corrupção, Vem Pra Rua, Bolsonaro Presidente, etc. As mesmas páginas que não publicam nada (ou muito pouco) sobre políticos específicos e Juízes que salvam as suas costas no Brasil.

 

Para quem quiser continuar conectado comigo, deixe o seu e-mail no formulário da Newsletter Mensal (abaixo) que irei enviar uma por mês, contando como está sendo a vida sem Facebook, o que estou aprendendo, o que dá pra fazer pra combater este problema e projetos que estou apoiando.

 

Deixe o seu e-mail para Newsletter mensal: https://goo.gl/TrAfEH
Link dos sites de baixa qualidade: https://goo.gl/WvftSX
Link do vocabulário limitado de palavras dos perfis falsos: https://goo.gl/yBmYp9
Se você acha que estou louco e que tudo que escrevi foi besteira, acesse o site: https://somos99.org

 

Anúncios

Sobre Gustavo Santi

Blogger @MKTfocus Partner at @LaboratoriumBr Articulist @Ecommerce_Br Twitter @gustavosanti
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s